Tom King reinventa a origem do Homem-Pipa em Batman #27

Quem acompanha o Batman de Tom King sabe que o Homem-Pipa é um dos personagens favoritos do roteirista, fazendo uma ponta ou outra em suas histórias com o Cavaleiro das Trevas. Agora, em Batman #27 – primeiro interlúdio de The War of Jokes and Riddles -, King aproveita para explorar e reinventar a origem do vilão linha-D.

The War of Jokes and Riddles é uma história que se passa no passado, pouco depois dos eventos de Batman: Ano Zero. O arco narra o confronto entre Coringa e Charada, que lança Gotham City no caos e coloca grandes vilões do Batman uns contra os outros. Então somos apresentados a Charles “Chuck” Brown.

Antes de adotar sua identidade criminosa, Chuck era um cara normal. Ele era especialista em aerodinâmica e sempre estava interessado em encontrar o equilíbrio das coisas. Sua experiência o levou a trabalhar para o Coringa, onde ele ajudou a projetar o Coringamóvel e foi o único que sobreviveu para contar a história.

Infelizmente, as conexões de Chuck com o Coringa o envolveram com a equipe do Charada e com o próprio Batman. Por conta disso, o filho de Chuck, Charlie, é morto pelo Charada, que envenenou a corda da pipa do garoto. Na sequência da morte de seu filho, o próprio Chuck é coagido a cometer um atentato suicida contra o Batman em nome do Coringa. No fim das contas, o atentado era uma grande piada do Palhaço do Crime, mas foi uma situação traumática o suficiente para desestabilizar emocionalmente o pai enlutado. Inspirado pela sua proficiência em aerodinâmica e o brinquedo de seu filho, Chuck elabora o primeiro traje do Homem-Pipa.

Embora sua trajetória até os dias atuais seja desconhecida, é provável que o vilão irá desempenhar um papel chave durante a guerra entre Coringa e Charada – ainda mais agora que Chuck deseja se vingar de Edward Nygma. Batman #27 foi apenas a primeira parte da origem do Homem-Pipa, e da forma que a trama está sendo executada, é possível que ao final do arco Chuck deixe de ser simplesmente um vilão caricato da Era de Prata e se torne um personagem relevante para a mitologia do Homem-Morcego.

  • ImJustANerd__

    Po, muito maneiro ver o Tom King trazer a tona um personagem meio que desconhecido pra maioria dos leitores novos… Até aqui no Brasil, que só 2 HQs publicaram histórias com ele, Batman em Formatinho da Ebal #50 (primeira aparição dele) 1980 e depois na edição 7 da série “52 Semanas” e só, vai ser interessante ler mais dele!

  • Wally West

    O uniforme lembra um pouquinho o Visão