Revelada origem de Mr. Oz e sua conexão com Dr. Manhattan

A linha de títulos do Superman vem construindo o mistério ao redor da identidade de Mr. Oz desde 2014, e no começo de setembro Action Comics finalmente revelou que o misterioso personagem que vem aparecendo incessantemente ao redor do Universo DC é o pai biológico do Homem de Aço, Jor-El. Agora foi o momento de explicar como o personagem sobreviveu à explosão de Krypton e o que ele tem feito nos últimos anos.

A segunda parte de The Oz Effect começa com uma splash page que define bem o tom das revelações da edição anterior, com Superman reagindo à revelação chamando Mr. Oz de mentiroso. A princípio, o Homem de Aço se recusa a acreditar que Oz é Jor-El e constata que já foi enganado muitas vezes, como Mr. Mxyzptlk disfarçado de Clark Kent, mais recentemente.

No entanto, Superman começa a acreditar quando Kelex, seu robô de confiança que cuida da Fortaleza da Solidão, confirma a identidade de Oz. Como criador de Kelex, Jor-El tem prioridade sobre a programação do robô, e comanda que seja feita uma análise de DNA, revelando que o pai biológico de Kal-El, de fato, retornou dos mortos.

Ao contrário do que Superman imaginava, Jor-El não morreu em Krypton. Ao acessar os cristais que armazenam os arquivos da história de seu planeta, Jor-El leva seu filho em uma jornada aos últimos dias de Krypton, nos permitindo observar um espectro mais amplo dos eventos que ocorreram antes da destruição do planeta. Ao contrário do que mostrado em muitas origens do Superman, a destruição de Krypton não foi iminente. O colapso do planeta foi descoberto com antecedência por Jor-El, mas todos os seus avisos sobre o fim do mundo foram ignorados.

Apesar do Conselho não ter levado Jor-El a sério, sua pesquisa foi financiada por Lor-Van, que ficou consternado ao descobrir que Jor-El pretendia evacuar o planeta ao invés de salvá-lo. Devido aos crimes de Jax-Ur, viagem espacial foi determinada ilegal em Krypton, e Lor-Van apagou toda a pesquisa de Jor-El para salvá-lo de uma condenação na Zona Fantasma. Incapaz de salvar seu povo, Jor-El construiu uma única nave para seu filho recém-nascido, que o enviou em segurança à Terra quando Krypton sucumbiu.

Jor-El e Lara se abraçaram enquanto eram cobertos pelas chamas da morte de Kyrpton, mas para Jor-El, esse não seria o fim. Algo o salvou e o prendeu em suspensão temporal a tempo de assistir sua amada e seu mundo morrer antes de ser lançado na Terra, na cidade mais perigosa do planeta. Quando questionado sobre quem o salvou, Jor-El é modesto – se não completamente inconsciente -, descrevendo seu salvador como “algo além de nós, um ser que dobra a realidade a sua própria vontade”. Considerando a luz azul brilhante que se formou ao redor de Jor-El no momento da explosão de Krypton, é fácil assumir que seu salvador foi o Dr. Manhattan – apesar que essa informação, no futuro, possa ser revelada como falsa, visando despistar a atenção dos leitores.

Jor-El acredita que seu salvador o livrou da morte para que ele pudesse ver o verdadeiro espírito da humanidade. Depois de chegar ferido na Terra, Jor-El foi levado por uma família que cuidou de sua saúde e o alimentou com o pouco que tinham. Essa família vive sob o domínio brutal de um ditador conhecido como Kassam, e depois de se recuperar, Jor-El decidiu retribuir a ajuda da família roubando comida do estoque de Kassam.

Todavia, o filho mais jovem da família dedurou Jor-El para o ditador, que forçou o próprio garoto a matar a própria família. Jor-El, que ainda não havia desbloqueado seus poderes kryptonianos na Terra, perde o controle ao presenciar tamanha barbaridade e mata todos ao seu redor. Frustrado, Jor-El constata que a humanidade é cruel e sem esperança. Mais uma vez, ele é teletransportado e obrigado a assistir a história da humanidade e toda violência e desgraça que circunda a evolução da sociedade moderna – bem no estilo Laranja Mecânica.

Jor-El teme que, assim como ele não poderia alertar Krypton e salvar seu planeta de sua própria ignorância, seu filho não poderia salvar os seres humanos, não importa o quanto ele tente – porque, no fim das contas, eles estão além da salvação. Jor-El decidiu que a Terra está condenada e que ela não merece a ajuda de seu filho, que ele quer levar embora. Apesar de não vermos a resposta de Superman, é improvável que ele aceite a ideia de seu pai, o que pode levá-los à um conflito.

Sem dúvidas, Jor-El acredita no que está dizendo, mas para entendermos sua motivação, precisamos olhar para o que o fez chegar até esse ponto. Alguém está jogando com o Universo DC e essa mesma pessoa colocou Jor-El nessas situações para ele ver o pior da humanidade. Sabemos que alguém roubou dez anos de amizades, vínculos e relacionamentos do universo heroico da DC para enfraquecer a determinação dos heróis e enfraquecê-los e isolá-los. Fazer o Superman abandonar a Terra é praticamente impossível, mas se você pode descolar o pai do Homem de Aço da cronologia e lhe mostrar o pior da humanidade, isso pode plantar a semente da dúvida no Superman e enfraquecer sua determinação.

É mais do que provável que esse indivíduo que está manipulando Jor-El seja o próprio Dr. Manhattan. Um conflito entre ele e Superman se aproxima em Doomsday Clock, então seria sensato mergulhar no passado do Homem de Aço e tentar enfraquecê-lo de alguma forma. Manhattan é um dos seres mais poderosos dos quadrinhos, e não apenas pela abrangência de seus poderes, mas por suas motivações. É muito difícil afirmar o que ele está procurando, e às vezes nem ele mesmo sabe o que quer, como uma consequência de viver de forma não-linear. Independente dessas especulações, os dois ícones irão se encontrar nos próximos meses, e o Universo DC nunca mais será o mesmo.

The Oz Effect continua em Action Comics #989, que tem data de lançamento marcada para 11 de outubro.

  • Eduardo Faria Guimarães

    Na minha opinião o Manhattan está fazendo um jogo,quando ele saiu de seu universo ele viu que diferente de sua casa,o Universo DC é composto por ícones que trazem esperança,heróis que tomaram caminhos diferentes dos heróis de Watchmen.

    E com certeza ele ficou interessado pelo maior herói do Universo DC e quer de qualquer jeito enfraquece-lo e mostrar a ele que o mundo não é colorido.

  • O Homem do QI200

    Li esse cap. agora mesmo e tá muito bom, diálogos sensacionais, louco pela próxima edição.